13 abril 2014

Resenha: Cidades de Papel

Oi, pessoal! Sim, eu sumi por muito tempo. Devido à *estudos me sufocando*. Mas o que passou, passou. Desculpem-me pelo longo período sem postagens, minha assiduidade literária foi realmente afetada pela adaptação no novo ritmo estudantil. E eu não prometo que daqui para frente será diferente (risos), juro que  vou tentar. 
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Gênero: Young Adult
Páginas: 361
Nota pessoal: 5/5
Média do Skoob: 4.2/5

Sinopse: Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma.
Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte.
Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia.

Continue lendo para conferir a resenha. 

Cidades de Papel é mais uma das obras de John Green que me prendeu do início ao fim. Me conquistou mais que ACEDE (atirem a pedra, vai!) e acho que isso se deu pela minha maior afinidade com os personagens. Eu acreditei a cada página desse livro que estudava com Quentin, Margo, Radar, Ben e Lacey. Quis ter amigos tão divertidos, espontâneos e diferentes. Quis tê-los.

Aventura, mistério, romance, humor. Cidades de Papel é um livro universal. Do tipo que te convida a mergulhar em seu enredo, recolher cada pista, pensar e concluir o caso. Sim, completamente Sherlock Holmes

John Green reuniu nesta obra a essência da juventude. Apresente-me um adolescente que não gostaria de viver esse livro e eu o apresento um psicólogo, claro. (brincadeirinha galera, pode discordar. Eu respeito!) 

Eu pretendo ler mais livros do João Verde em breve, por que já estou sentindo abstinência.
Teorema Katherine pode ser o próximo, quem sabe.  

Por hoje é só! E espero não demorar para voltar para vocês :) 
Eu estou tentando manter o Instagram (@blogenfimepilogo) atualizado com as informações do blog e com fotos super legais, então segue lá para ficar mais informado sobre as próximas resenhas e posts aqui do blog. 
Um beijão! 

16 comentários:

  1. Meu Deus, sou louca para ler esse livro, John Green é incrível <3
    Beijos.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é realmente incrível <3 hahaha
      Vale super a pena ler, viu?

      Beijão!

      Excluir
  2. Oi! Muito obrigada pelo comentário no meu blog!
    Adorei sua resenha, ainda não li nenhum livro do John Green, como vc viu no meu post estou para começar A Culpa é Das Estrelas.
    Cidades de Papel está na minha lista de livros para ler hehe!
    Estou seguindo seu blog tbm!!
    Bjuuus

    http://noitesdeleituras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! De nada, gatona! Espere muitos outros, viu?
      Obrigada! Vi sim, e espero que você goste muito muito da obra. Tanto quanto eu gostei.

      É muito bom! Se apresse hahahaha
      Beijããão!

      Excluir
  3. Ah,li só A culpa é das estrelas até agora, e adorei! Preciso ler mais livro do autor. *O*
    Adorei a história desse, mas quero ler Teorema Katherine primeiro!
    beijos
    http://apenas-um-vicio.blogspot.com.br/2014/04/resenha-enfeiticados-pelo-desejo.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei tão fascinada por ACEDE que corri para experimentar esse. Viciei na escrita do autor.
      Estou super empolgada para ler Teorema Katherine, mas acho que Quem É Você, Alasca? vem antes na minha lista.
      Mas, sendo João Verde, a ordem dos fatores não altera o resultado hahaha

      Beijão!

      Excluir
  4. Já li tantas resenhas negativas sobre esse livro, que desisti de comprar. :(
    Mas sua resenha despertou um pouco minha curiosidade, talvez eu deva ter minha própria opinião certo?
    Adorei a resenha.
    Obrigada pela visita no meu cantinho. :)
    Não conhecia esse livro, mas parece ser bem legal, mesmo não gostando de temas policiais.
    Não é muito minha praia, já tentei gostar, mas não deu certo kkk.
    Sua resenha ficou ótima.:)
    Seguindo o blog. :)
    Resenha #140 - De Repente Acontece- Susane Colasanti.
    Confere lá!
    http://manuscritodecabeceira.blogspot.com.br/
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Lauri... Eu escutei muita gente criticando o livro também, mas preferi arriscar, até por que, nunca se perde com uma leitura, não é mesmo?
      Obrigada! E não há de que (quanto a visita) visitarei muitas outras vezes.
      Ele não é muito policial não, viu... Mais uma aventura... Não curto muito o tema também não, mas acho que quando um livro é bem escrito acabamos esquecendo esses tabus.

      Muitíssimo obrigada, flor!
      Beijão!

      Excluir
  5. Só ACEDE do Green, tenho vontade de ler o restante dos livros dele, mais dos outros livros esse é o que menos me chama atenção
    Brubs
    contodeumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? O que menos me interessa acredito que seja Teorema Katherine (sem contar Will&Will e Deixe a Neve Cair).

      Beijão!

      Excluir
  6. Ainda não li nada do John Green, mas dos livros deles, esse foi o que mais chamou a minha atenção. Provavelmente ele será meu primeiro investimento para conhecer a escrita do autor, porque gosto dessa atmosfera de jovens estudantes e amigos. Além disso, o mistério foi o que mais me deixou curiosa :)
    Beijos e boas leituras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale super a pena. É uma leitura, na minha opinião, muito mais convidativa que ACEDE para uma apresentação da escrita do autor.
      O mistério é excelente! hahah

      Beijão!

      Excluir
  7. Nova Parceria #03 - Angeline Sophie.
    Confere lá!
    http://manuscritodecabeceira.blogspot.com.br
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. UHUL! o/ parabéns, gatona!
      Vou conferir.

      Beijão!

      Excluir
  8. Eu chorei tanto lendo A culpa é das estrelas que fiquei com trauma do John Green rsrs, mas esse livro parece ser bom tb, fiquei com vontade ler! Flor, já to seguindo aki, se puder me segue tb, bjus!
    talkingabout-reb.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Maridaaaaaaaa, que bullying é esse, posso saber? Eu vinha aqui todo dia e nada de post novo, e aí justo no mês que eu sumo você volta a postar? Nãaaaaao curti. Cheguei e tem um monte de post novo, como assim? Bom, desculpe pelo sumiço, mas o timming foi péssimo mesmo. Eu estava em reclusão, com muitas e muitas provas na faculdade. Mas agora I'M BACK, então vamos aos comentários!

    Ah, John Green <3 adorei isso que você falou, que ele reuniu a essência da juventude nessa obra. Brilhante! E é verdade, mas esse livro não ficou entre os meus favoritos do autor. Achei que alguns pontos ficou uma filosofia muito "forçada" e não curti muito o final. Mas, continua sendo um livro de John Green, lindo, divertido e gostoso de ler.

    Beijos
    https://escolhasliterarias.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Oi! Obrigada por comentar, sua opinião é muito importante para mim.
Críticas construtivas serão muito bem-vindas! E não se esqueça de deixar uma sugestão para o próximo post.